ANJOS, F. C Fábio Cristovão dos Anjos. Tecnologia do Blogger.

Surfista resgatado depois de 32 horas no mar estava ‘certo’ que iria morrer

Um surfista que foi resgatado depois de passar incríveis 32 horas no mar, revelou que pensou que iria morrer, momentos antes de ter sido encontrado.
Matthew Bryce foi visto por um helicóptero enquanto era levado pela correnteza no Canal do Norte, a 21 quilômetros da Irlanda do Norte, e 28 quilômetros do litoral da Escócia.
A família do jovem de 22 anos, de Airdrie, North Lanarkshire, Escócia, comunicou seu desaparecimento à polícia depois que ele não voltou para casa, após uma manhã de surfe no domingo, 30 de abril, na costa de Argyll, na Escócia.
Ele acabou sendo encontrado por um helicóptero de busca e resgate, por volta das 19h30 da última segunda-feira.
Conversando em sua cama no hospital, em Belfast, Irlanda do Norte, onde se recupera de uma hipotermia, Matthew revelou que pensou que tinha apenas algumas horas de vida, e havia “feito as pazes” consigo mesmo.
Jurando que nunca irá surfar novamente, ele disse à BBC emocionado: “Eu sabia que tinha cerca de três horas de vida, e estava certo de que iria morrer com aquele pôr do sol”.
Ver as imagens
Matthew Bryce revelou como fez as pazes com a morte pouco antes de ter sido resgatado (BBC)
“Eu estava assistindo ao pôr do sol, e fiz as pazes com a situação, e aí um helicóptero passou por cima de mim”.
“Pulei da prancha e a levantei, e comecei a mexê-la na água, mas eles passaram por mim e eu achei que não tinham me avistado”.
“Aí eles deram a volta… e depois salvaram a minha vida. Não tenho como agradecer o suficiente”.
A entrevista mostrou que Matthew sofreu queimaduras solares intensas durante o período que passou no mar.
Ele disse que ficou sem ação no domingo, enquanto a correnteza e os ventos fortes o empurravam, deixando-o cada vez mais longe da praia.
Ele disse: “Cheguei num ponto em que minhas remadas eram inúteis, mas continuei remando com os braços, para me manter aquecido”.
Ver as imagens
O jovem de 22 anos jurou que nunca mais vai surfar (BBC)
O medo começou quando anoiteceu, no domingo.
Matthew acrescentou: “Tudo estava extremamente solitário e quieto porque não havia nada – apenas ondas”.
 “Eu não havia visto nenhum helicóptero, e achava que iria morrer – estava quase convencido”.
 “Eu achei que não veria o nascer do sol”.
 Um bote salva-vidas da RNLI recuperou a prancha de surfe, mas Matthew não está planejando levá-la de volta ao mar.
Ele disse: “Eu acho que vou encontrar um bom uso para ela, talvez para fazer uma fogueira”.
A BBC perguntou se ele não pretende mais surfar, e Bryce respondeu: “Não mesmo, eu não conseguiria surfar de novo”.
Imagem principal: BBC
Ver as imagens
Share on Google Plus

Sobre o autor Fábio Anjos

Biólogo Licenciado em Ciências Biológicas, pela Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA-CE, Licenciatura Plena, 2010. Atualmente exerce a função de educador nível médio no Projeto Travessia na rede Estadual de Ensino, na Escola Estadual Nossa Senhora Auxiliadora e como também na rede municipal de João Alfredo. O mesmo possui Pós-graduação Lato Sensu em Análises Clínicas pela Faculdade Frassinetti do Recife-FAFIRE-PE, 2012. Cursando mestrado, pela Faculdade Norte do Paraná, no curso de Ciências da Educação e Multidisciplinaridade e cursando espanhol pela Universidade de Pernambuco.
    Comente
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário