ANJOS, F. C Fábio Cristovão dos Anjos. Tecnologia do Blogger.

Abusada pelo pai, menina de 11 anos citava Virgem Maria para justificar gravidez

<p>Foto: Divulgação Polícia de Piracicaba </p>

Uma menina de 11 anos deu à luz a um bebê e a suspeita é de que a criança seja fruto de um abuso sexual cometido pelo próprio pai da garota. O caso aconteceu em Piracicaba, no interior de São Paulo. A criança recém-nascida foi abandonada dentro de uma mala.
Segundo a Polícia Civil, o pai – nega os abusos – já foi preso por assalto em 2007 e saiu da cadeia em 2010. A menina foi localizada na tarde desta quinta-feira (5). Um convite para um chá de bebê achado junto com a criança foi a pista que levou os investigadores até a mãe.O menino estava enrolado em uma toalha, em uma caixa de papelão dentro de uma bolsa de mão, de acordo com os policiais militares.
A mãe da menina afirmou aos policiais civis que não sabia que o marido abusava da filha. Ela foi liberada, mas poderá responder por abandono de incapaz. Já o homem, que tem 36 anos, ficou detido na delegacia.
De acordo com o investigador Jeferson Antônio Dias ao G1 , a mãe da criança de 11 anos disse que a menina ficava muita quieta durante a gestação. “Ela contou que, por diversas vezes, perguntou quem era o pai, mas a garota dizia que isso pode acontecer e mencionava a Virgem Mária, que teve um filho sem ter relação sexual”, afirmou o policial.
Share on Google Plus

Sobre o autor Fábio Anjos

Biólogo Licenciado em Ciências Biológicas, pela Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA-CE, Licenciatura Plena, 2010. Atualmente exerce a função de educador nível médio no Projeto Travessia na rede Estadual de Ensino, na Escola Estadual Nossa Senhora Auxiliadora e como também na rede municipal de João Alfredo. O mesmo possui Pós-graduação Lato Sensu em Análises Clínicas pela Faculdade Frassinetti do Recife-FAFIRE-PE, 2012. Cursando mestrado, pela Faculdade Norte do Paraná, no curso de Ciências da Educação e Multidisciplinaridade e cursando espanhol pela Universidade de Pernambuco.
    Comente
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário