ANJOS, F. C Fábio Cristovão dos Anjos. Tecnologia do Blogger.

Onça morta após passar por revezamento da tocha vira notícia pelo mundo

  • Onça Juma foi abatida pelo Exército pouco depois de participar do revezamento da tocha olímpica em Manaus
    Onça Juma foi abatida pelo Exército pouco depois de participar do revezamento da tocha olímpica em Manaus
Um dia após o Exército abater o animal silvestre, o Comitê Organizador da Rio-16 assumiu parcela de culpa no caso e a notícia espalhou-se nos principais sites do mundo.
A morte de Juma foi noticiada em veículos e agências como La Vanguardia, Reuters, Fox Sports (EUA), NBC, TMZ e Los Angeles Times, entre outros.
Reuters destacou que "uma onça amarela e sorridente é a mascote do time olímpico brasileiro" e relembrou que a espécie está em extinção.
A coincidência também foi percebida pelo TMZ e pelo Fox Sports (EUA), que ilustraram as respectivas matérias com uma foto de Juma, a onça abatida, e de Ginga, mascote da delegação brasileira na Rio-16.
Julio César Guimarães/UOL
Publicações lembraram que Ginga, uma onça amarela, será o mascote do Time Brasil na Rio-16
O Los Angeles Times também noticiou a morte de Juma, mas preferiu destacar que a onça-pintada não tinha autorização do Ibama para participar do revezamento da tocha olímpica,conforme adiantou o UOL Esporte.
Por sua vez, o NBC Sports ressaltou o pedido de desculpas do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos, que assumiu o erro em permitir que uma onça acorrentada participasse do revezamento da tocha olímpica em Manaus.
Por fim, o T13 classificou a morte como "polêmica" e o La Vanguardia sublinhou a revolta nas redes sociais dos brasileiros, que logo abraçaram a campanha "Justiça para Juma" com abaixo-assinado com mais de 25 mil assinaturas.
Na maioria dos casos, a notícia da morte de Juma não se restringiu às editorias de esporte, ganhando espaço privilegiado em alguns dos principais sites do mundo.
Share on Google Plus

Sobre o autor Fábio Anjos

Biólogo Licenciado em Ciências Biológicas, pela Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA-CE, Licenciatura Plena, 2010. Atualmente exerce a função de educador nível médio no Projeto Travessia na rede Estadual de Ensino, na Escola Estadual Nossa Senhora Auxiliadora e como também na rede municipal de João Alfredo. O mesmo possui Pós-graduação Lato Sensu em Análises Clínicas pela Faculdade Frassinetti do Recife-FAFIRE-PE, 2012. Cursando mestrado, pela Faculdade Norte do Paraná, no curso de Ciências da Educação e Multidisciplinaridade e cursando espanhol pela Universidade de Pernambuco.
    Comente
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário