ANJOS, F. C Fábio Cristovão dos Anjos. Tecnologia do Blogger.

Lucas Lucco confessa que ainda toma remédios contra a depressão

Com mais de 9 milhões de seguidores no Instagram e dono de um corpão sarado de parar o trânsito, Lucas Lucco, 25, também enfrenta o lado obscuro da fama. Mesmo com o sucesso na música sertaneja e também como ator em “Malhação”, o artista confessou nas redes sociais que ainda não conseguiu se curar da depressão e da síndrome do pânico.
Eu tomei remédios bastante tempo e até hoje tomo alguns, mas estou parando aos poucos. Foi um momento muito difícil para mim, meus pais e minha família. Sempre trabalhei muito, tinha mais de 25 shows por mês, comecei a gravar ‘Malhação’, que é uma coisa que eu amo fazer, assim como cantar”, disse ele. “Eu carrego o mundo inteiro nas costas, sozinho. Isso começou a ficar mais complicado e aconteceram coisas que me deixaram triste do nada. Eu não conseguia sair de casa, faltei gravação e não fui a um show”, completou o famoso.
Lucas também explicou sobre as dificuldades de trabalhar mesmo estando doente. “Eu fiz alguns shows com muita dificuldade mas, no palco, eu era o mesmo. Não podia transparecer isso. As pessoas que vão no show querem ter alegria. O meu trabalho é como qualquer outro. Hoje, eu posso ver de fora e falar sobre a depressão e a síndrome do pânico. É uma das piores doenças que existem, uma ferida que você não consegue ver, e nem as outras pessoas. Ela está dentro de você. Pode parecer frescura, mas é uma dor muito grande, além do medo de morrer”, desabafou.
Share on Google Plus

Sobre o autor Fábio Anjos

Biólogo Licenciado em Ciências Biológicas, pela Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA-CE, Licenciatura Plena, 2010. Atualmente exerce a função de educador nível médio no Projeto Travessia na rede Estadual de Ensino, na Escola Estadual Nossa Senhora Auxiliadora e como também na rede municipal de João Alfredo. O mesmo possui Pós-graduação Lato Sensu em Análises Clínicas pela Faculdade Frassinetti do Recife-FAFIRE-PE, 2012. Cursando mestrado, pela Faculdade Norte do Paraná, no curso de Ciências da Educação e Multidisciplinaridade e cursando espanhol pela Universidade de Pernambuco.
    Comente
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário