ANJOS, F. C Fábio Cristovão dos Anjos. Tecnologia do Blogger.

Médicos dizem que o açúcar vicia tanto quanto a cocaína

O açúcar é viciante e afeta o corpo de maneiras similares às drogas pesadas, como a cocaína e a heroína. Aparentemente, os usuários devem ser tratados como viciados.
Os pesquisadores da Queensland University of Technology descobriram que as drogas usadas para tratar dependência de nicotina podem ajudar as pessoas a reduzirem sua ingestão de açúcar.
Drogas como a vereniclina, usadas para tratar o vício em nicotina, também tratam o vício em açúcar nos animais.
“Os números mais recentes do World Health dizem que 1.9 bilhões de pessoas no mundo estão com sobrepeso, enquanto 600 milhões são consideradas obesas”, disse a professora Selena Bartlett, do Translational Research Institute.
O consumo excessivo de açúcar está diretamente ligado ao ganho de peso. O açúcar eleva os níveis de dopamina, que controlam nossa sensação de prazer no cérebro de forma semelhante a muitas drogas pesadas, incluindo o tabaco, a cocaína e a morfina.
Após o consumo de longo prazo, os níveis de dopamina começam a cair. Isso leva a um maior consumo de açúcar, em um ciclo vicioso nada saudável.
Além do ganho excessivo de peso, o consumo vicioso de açúcar pode ter consequências neurológicas e psiquiátricas, que afetam o humor e a motivação.
“Nosso estudo constatou que alguns remédios aprovados pela Food and Drug Administration (FDA), como a vareniclina, podem ajudar a tratar o vício em açúcar”.
Share on Google Plus

Sobre o autor Fábio Anjos

Biólogo Licenciado em Ciências Biológicas, pela Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA-CE, Licenciatura Plena, 2010. Atualmente exerce a função de educador nível médio no Projeto Travessia na rede Estadual de Ensino, na Escola Estadual Nossa Senhora Auxiliadora e como também na rede municipal de João Alfredo. O mesmo possui Pós-graduação Lato Sensu em Análises Clínicas pela Faculdade Frassinetti do Recife-FAFIRE-PE, 2012. Cursando mestrado, pela Faculdade Norte do Paraná, no curso de Ciências da Educação e Multidisciplinaridade e cursando espanhol pela Universidade de Pernambuco.
    Comente
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário