ANJOS, F. C Fábio Cristovão dos Anjos. Tecnologia do Blogger.

Filha de Benedito Ruy Barbosa briga com pai e abandona ‘Velho Chico’

0de6o7ggsz55qgr7afuret3a1
Edmara Barbosa, que ao lado do filho, Bruno Luperi, vinha assinando o texto da novela das 9 da Globo, Velho Chico, com uma equipe de colaboradores, deixou o expediente por divergências com o pai, Benedito Ruy Barbosa, criador e supervisor da história. Com isso, o veterano autor assume a tarefa de roteirizar diálogos pelas próprias mãos e arrematar o texto final, contrariando os cuidados que a direção da Globo tomou para poupar o andamento da novela e a saúde do autor – nos últimos anos, Benedito esteve se recuperando das sequelas de um AVC. O jornal O Estado de S. Paulo tentou ouvir Edmara sobre o ocorrido, mas ela não respondeu às ligações telefônicas e mensagens enviadas.

Diante da saída de Edmara e da intervenção direta de Benedito no texto, a Globo se manifesta, por meio de sua assessoria de imprensa, com certo conformismo, contando que foi Edmara quem pediu para se afastar: “Como o direcionamento do Benedito já está bem adiantado, com trajetórias dos personagens bem delineadas e as duas fases já implantadas, além de uma frente de roteiros confortável, a Edmara conversou com ele, disse que gostaria de se afastar, Benedito concordou e Bruno, com os colaboradores, têm trabalhado sob uma supervisão mais próxima.” A nota acrescenta ainda que “movimentações no núcleo criativo de uma novela não chegam a ser incomuns”.
No caso de Benedito, mais incomuns ainda. Em 2003, quando escrevia Esperança, viu-se obrigado a deixar a novela, em razão da morte de sua mãe e do AVC. Como sempre gostou de escrever sozinho – cioso de seu texto, não aprecia nem os chamados cacos (improvisos) que os atores colocam no texto na hora de gravar – cedeu a pena a Walcyr Carrasco, que acompanhava o enredo a distância e assumiu a tarefa de terminar a novela.
Um folhetim das 9 da Globo demanda mais de 30 páginas por dia, trabalho hercúleo para um senhor de 85 anos. No evento de lançamento da novela, no Museu do Futuro, no Rio, o neto, Bruno, não negou as intervenções quase compulsivas do avô. “Se nós temos uma fonte que tudo entende desse universo, tão próxima, por que não aproveitar?”
Share on Google Plus

Sobre o autor Fábio Anjos

Biólogo Licenciado em Ciências Biológicas, pela Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA-CE, Licenciatura Plena, 2010. Atualmente exerce a função de educador nível médio no Projeto Travessia na rede Estadual de Ensino, na Escola Estadual Nossa Senhora Auxiliadora e como também na rede municipal de João Alfredo. O mesmo possui Pós-graduação Lato Sensu em Análises Clínicas pela Faculdade Frassinetti do Recife-FAFIRE-PE, 2012. Cursando mestrado, pela Faculdade Norte do Paraná, no curso de Ciências da Educação e Multidisciplinaridade e cursando espanhol pela Universidade de Pernambuco.
    Comente
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário