ANJOS, F. C Fábio Cristovão dos Anjos. Tecnologia do Blogger.

Juliano é preso com cocaína e sai algemado de inauguração de escolinha

A vida de Juliano (Cauã Reymond) sofrerá uma reviravolta em A Regra do Jogo, novela das nove da Globo. No dia da inauguração de sua escolinha, ele será preso por porte e tráfico de drogas. Um pacote de cocaína será encontrado por policiais em sua mochila, e o lutador sairá algemado da comemoração, diante da imprensa e convidados. O professor será vítima de uma armação planejada por Romero (Alexandre Nero). 
O mocinho chegará ao evento com a amada, Toia (Vanessa Giácomo), e será abordado por um grupo de jornalistas. Dois policiais aparecerão falando alto. "Nós vamos revistar o senhor", gritará um deles, enquanto o outro pedirá sua mochila para fazer uma vistoria.
"Que que você está fazendo? Devolve essa mochila pra ele", gritará Toia, nervosa. Alunos da escolinha vão se aproximar assustados com a movimentação em torno do mestre. "Nós recebemos uma denúncia. Fomos informados de que o senhor está portando drogas ilícitas", avisará um dos homens da lei.
Toia vai esbravejar, dizer que é um absurdo. O policial que revistará Juliano não encontrará nada, mas o outro achará um pacote de cocaína na mochila do filho de Zé Maria (Tony Ramos) e o exibirá na frente de todos.
"O que é isso?", perguntará Juliano. "O senhor está preso", afirmará o policial, que recrutará a ajuda de outros homens para imobilizar o lutador. Os fotógrafos vão começar a tirar fotos e uma multidão se formará em volta deles.
Toia entrará em pânico ao ver o namorado sendo algemado. Essa sequência é a última do capítulo do dia 30. Só no dia seguinte o público verá Juliano sendo conduzido para entrar no camburão. "Armação! Alguém armou pra cima de mim, está na cara", dirá ele, com lágrimas nos olhos.

Desespero

Toia vai se desesperar e segurar o braço do namorado. Ela implorará para que o amor de sua vida não seja levado. Nisso, Djanira (Cassia Kis), Adisabeba (Susana Vieira), Merlô (Juliano Cazarré) e outras pessoas vão sair de dentro da escolinha. 
"Moça, sai da frente, melhor a senhora se acalmar. Todo mundo calmo. Só estamos fazendo nosso trabalho", dirá um policial, ao ver as pessoas se mobilizarem para impedir a entrada de Juliano no carro da polícia.
"Toia! Eu te amo! Acredita em mim, eu não fiz isso. Te amo", gritará Juliano. A gerente da boate sairá correndo atrás do carro, tropeçará e cairá no chão, chorando.
A cena será cortada para uma repórter de TV falando sobre a prisão de Juliano. Nisso, Dante (Marco Pigossi), aparecerá conversando com o pai ao telefone. "É, seu Romero, você tinha razão. Pegamos o Juliano com a boca na botija", falará o policial.
"Não falei?! Pra você aprender a confiar no seu pai, aqui. Agora vamos atrás do que interessa: Vamos prender o Zé Maria", falará Romero.
Share on Google Plus

Sobre o autor Fábio Anjos

Biólogo Licenciado em Ciências Biológicas, pela Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA-CE, Licenciatura Plena, 2010. Atualmente exerce a função de educador nível médio no Projeto Travessia na rede Estadual de Ensino, na Escola Estadual Nossa Senhora Auxiliadora e como também na rede municipal de João Alfredo. O mesmo possui Pós-graduação Lato Sensu em Análises Clínicas pela Faculdade Frassinetti do Recife-FAFIRE-PE, 2012. Cursando mestrado, pela Faculdade Norte do Paraná, no curso de Ciências da Educação e Multidisciplinaridade e cursando espanhol pela Universidade de Pernambuco.
    Comente
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário