ANJOS, F. C Fábio Cristovão dos Anjos. Tecnologia do Blogger.

Inseticida pode afetar desenvolvimento intelectual de crianças

(Arquivo) Agricultores aplicam inseticida em uma plantação em Khan Yunis, na Faixa de Gaza, no dia 5 de março de 2013Uma classe de inseticidas amplamente utilizada na agricultura e a nível doméstico, os piretróides, pode afetar o desenvolvimento intelectual das crianças - segundo um estudo divulgado nesta terça-feira pelo INSERM (Instituto Nacional de Saúde e Pesquisa Médica) da França.
"O resultado deste estudo mostra que a exposição durante a infância a insecticidas piretróides", que são detectadas na urina pela concentração de dois resíduos destes produtos, está "associada a habilidades cognitivas em crianças com menos de seis anos", de acordo com um artigo publicado na revista Environment International.
Pesquisadores da Universidade e do Centre Hospitalier Universitaire (CHU) da cidade francesa de Rennes se dedicaram a avaliar a correlação entre as capacidades cognitivas em uma amostra de 287 crianças de seis anos e a concentração de elementos residuais desses inseticidas na urina.
Os pesquisadores estudaram a compreensão verbal das crianças, o que é um bom indicador da aptidão escolar e capacidade de memorizar novas informações.
Enquanto isso, a concentração de seis diferentes metabolitos, resíduos de decomposição pelo corpo de insecticidas piretróides, foi medida na urina de crianças que integraram a amostragem.
Para dois destes metabólitos foi encontrada uma correlação entre sua concentração e o menor desempenho cognitivo das crianças, inclusive levando em conta fatores capazes de desviar os resultados.
Os desempenhos intelectuais mais baixos encontrados em algumas crianças se traduziam em dificuldade para a concentração, compreensão do entorno e na aquisição de novos conhecimentos.

Share on Google Plus

Sobre o autor Fábio Anjos

Biólogo Licenciado em Ciências Biológicas, pela Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA-CE, Licenciatura Plena, 2010. Atualmente exerce a função de educador nível médio no Projeto Travessia na rede Estadual de Ensino, na Escola Estadual Nossa Senhora Auxiliadora e como também na rede municipal de João Alfredo. O mesmo possui Pós-graduação Lato Sensu em Análises Clínicas pela Faculdade Frassinetti do Recife-FAFIRE-PE, 2012. Cursando mestrado, pela Faculdade Norte do Paraná, no curso de Ciências da Educação e Multidisciplinaridade e cursando espanhol pela Universidade de Pernambuco.
    Comente
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário