ANJOS, F. C Fábio Cristovão dos Anjos. Tecnologia do Blogger.

Corpo de bebê albino é encontrado mutilado na Tanzânia

Mulheres carregam bebês albinos em Dar es Salaam, Tanzânia
O corpo de um bebê albino de 18 meses, roubado no sábado passado no norte da Tanzânia, foi encontrado mutilado em uma floresta, anunciou a polícia nesta quarta-feira.
Os albinos são alvos de ataques frequentes no norte deste país do leste da África, vítimas de crença que atribuem virtudes mágicas a seus órgãos, cobiçados para os rituais de bruxaria.
Os órgãos de pessoas albinas são vendidos por 600 dólares no país e um corpo inteiro pode alcançar um valor de venda de 75.000 dólares, segundo Alicia Londoño, uma especialista na situação dos albinos no departamento de direitos humanos da ONU.
De acordo com Joseph Konyo, chefe de polícia da região de Geita (1.000 km ao noroeste de Dar es Salaam), duas pessoas, incluindo o pai da criança, estão sendo investigadas.
"Os ataques, motivados pelo uso de partes do corpo em rituais, custaram a vida de 74 pessoas na Tanzânia desde o ano 2000 e são acompanhados por um alto grau de impunidade", denunciou Álvaro Rodríguez, representante da ONU no país.
Enquanto a anomalia genética não afeta mais que um ocidental a cada 20.000, um tanzaniano em cada 1.400 sofre o problema, principalmente pelos matrimônios consanguíneos, segundo Londoño.

Share on Google Plus

Sobre o autor Fábio Anjos

Biólogo Licenciado em Ciências Biológicas, pela Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA-CE, Licenciatura Plena, 2010. Atualmente exerce a função de educador nível médio no Projeto Travessia na rede Estadual de Ensino, na Escola Estadual Nossa Senhora Auxiliadora e como também na rede municipal de João Alfredo. O mesmo possui Pós-graduação Lato Sensu em Análises Clínicas pela Faculdade Frassinetti do Recife-FAFIRE-PE, 2012. Cursando mestrado, pela Faculdade Norte do Paraná, no curso de Ciências da Educação e Multidisciplinaridade e cursando espanhol pela Universidade de Pernambuco.
    Comente
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário