ANJOS, F. C Fábio Cristovão dos Anjos. Tecnologia do Blogger.

Cientistas criam tomates pretos com poder de combater doenças como o câncer

Cientistas estão da Universidade Estadual do Oregon, nos EUA, estão produzindo tomates pretos, chamados Indigo Rose, que têm potencial para combater condições como o diabetes, a obesidade e até o câncer. Além disso eles são ricos em em antocianina, um antioxidante que também é o responsável pela pigmentação da pele do tomate.
Os novos frutos começaram a ser produzidos inicialmente na Inglaterra. O responsável pelo cultivo, chamado Ray Brown, de Devon, recebeu um pacote com sementes misteriosas, identificadas como “tomates pretos”. Depois que a planta cresceu e deu seus primeiros frutos, houve grande surpresa.
A coloração da pele do fruto se deve pela ação do antioxidante que, por sua vez, pode ser encontrado em diversos vegetais e frutas de maneira natural. Durante o processo de amadurecimento, eles passam de tons azulados para se tornarem completamente pretos. Brown atualmente possui três plantas, cada uma delas com média de 20 tomates com peles pretas e interior vermelho, como os tradicionais tomates.
Tomates pretos
Tomates pretos
De acordo com Brown, a produção dos alimentos pretos necessita apenas de técnicas de seleção, e não é necessário nenhum método que modifique as plantas geneticamente.
Tomates pretos
Tomates pretos têm potencial para combater condições como o diabetes, a obesidade e até o câncer
Share on Google Plus

Sobre o autor Fábio Anjos

Biólogo Licenciado em Ciências Biológicas, pela Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA-CE, Licenciatura Plena, 2010. Atualmente exerce a função de educador nível médio no Projeto Travessia na rede Estadual de Ensino, na Escola Estadual Nossa Senhora Auxiliadora e como também na rede municipal de João Alfredo. O mesmo possui Pós-graduação Lato Sensu em Análises Clínicas pela Faculdade Frassinetti do Recife-FAFIRE-PE, 2012. Cursando mestrado, pela Faculdade Norte do Paraná, no curso de Ciências da Educação e Multidisciplinaridade e cursando espanhol pela Universidade de Pernambuco.
    Comente
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário