ANJOS, F. C Fábio Cristovão dos Anjos. Tecnologia do Blogger.

Nova droga em teste pode inibir proteína que leva ao Alzheimer

Em uma pesquisa feita pelo laboratório de pesquisa da famarcêutica Merck, foi descoberto um novo medicamento capaz de inibir placas senis no cérebro, que levariam ao Alzheimer. Os resultados foram publicados na revista "Science Translational Medicine".
Resultado de imagem para Nova droga em teste pode inibir proteína que leva ao AlzheimerO grande acúmulo da proteína beta-amiloide é conhecido por ser um dos fatores que levam à doença, criando placas no cérebro. Agora, a nova droga, chamada verubecestat, atua na redução dessas placas, agindo diretamente na enzima BACE1, responsável pelo surgimento da beta-amiloide.
Os testes preliminares, feitos com 32 pacientes, apresentaram uma redução de até 80% nos níveis dessa proteína. Essa não é a primeira vez que tentam criar um medicamento com essa função, porém, até o momento, todas as drogas criadas geravam efeitos adversos graves nos pacientes.
Pela primeira vez uma droga oral inibidora de BACE1 conseguiu autorização para uma nova fase de testes, envolvendo muitos pacientes: cerca de 3.500. A Fase 3 da pesquisa deve terminar em julho de 2017 e, se os resultados se manterem satisfatórios, a pílula poderá ser comercializada em até três anos
Share on Google Plus

Sobre o autor Fábio Anjos

Biólogo Licenciado em Ciências Biológicas, pela Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA-CE, Licenciatura Plena, 2010. Atualmente exerce a função de educador nível médio no Projeto Travessia na rede Estadual de Ensino, na Escola Estadual Nossa Senhora Auxiliadora e como também na rede municipal de João Alfredo. O mesmo possui Pós-graduação Lato Sensu em Análises Clínicas pela Faculdade Frassinetti do Recife-FAFIRE-PE, 2012. Cursando mestrado, pela Faculdade Norte do Paraná, no curso de Ciências da Educação e Multidisciplinaridade e cursando espanhol pela Universidade de Pernambuco.
    Comente
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário