ANJOS, F. C Fábio Cristovão dos Anjos. Tecnologia do Blogger.

‘Supermax’, uma boa intenção cheia de erros e acertos

Sem spoiler, mas ‘Supermax’ melhora bastante depois do primeiro episódio. Isso porque, na ânsia de emular um reality show de verdade, o capítulo piloto da nova série global meteu um Pedro Bial fazendo, bem, o Pedro Bial e os atores tentaram imprimir em suas falas, caras e bocas os trejeitos de participantes debutando nesse tipo de competição. Resultado: uma ficção fraca e fake.
Melhora a partir do segundo episódio porque os atores assumem que estão atuando. Daí é possível ver quem tem potencial e quem não tem. E melhora também porque a ideia de reality é subvertida e a trama ganha o ritmo de um thriller com verniz de terror. Ainda que com alto investimento em efeitos especiais, nada que assuste gente acostumada com os filmes gore casca grossa que pululam nos cinemas, mas mesmo assim, terror.
O que infelizmente não melhora é a estética com jeitão de publicidade que impede o espectador de mergulhar de cabeça na história. Com seus maneirismos de produção e câmera, ‘Supermax’ a toda hora nos remete a um comercial daqueles superproduzidos e do qual você sempre desconfia do produto. Isso ocorre especialmente nos flashbacks dos personagens.
Há também erros grotescos de continuidade – como vidros que são quebrados e aparecem intactos na cena seguinte – e um timing de ação paralela que algumas vezes não bate (por exemplo, os confinados têm cinco minutos para entrar em suas celas depois do sinal, mas geralmente ficam em longos diálogos que certamente ultrapassam o tempo estipulado).
Contudo, há de se louvar essa tentativa da Globo de tentar um formato novo, ainda que não inovador – há ecos de ‘Lost’, ‘Rec’, ‘Jogos Vorazes’ e outras ficções do gênero e fica na cara que a ideia é se inserir nesse promissor mercado de séries para jovens. De qualquer forma tentar é sempre melhor do que cair no piloto automático.
O fato é que ‘Supermax’ já tem uma segunda temporada encomendada – ou seja, uma chance de corrigir as escorregadelas. E com seu formato de 30 minutos e com onze episódios disponibilizados no aplicativo Globo Play, Supermax’ é uma série ótima para o “binge-watching” (ou seja, assistir tudo em uma só tacada).
Share on Google Plus

Sobre o autor Fábio Anjos

Biólogo Licenciado em Ciências Biológicas, pela Universidade Estadual Vale do Acaraú UVA-CE, Licenciatura Plena, 2010. Atualmente exerce a função de educador nível médio no Projeto Travessia na rede Estadual de Ensino, na Escola Estadual Nossa Senhora Auxiliadora e como também na rede municipal de João Alfredo. O mesmo possui Pós-graduação Lato Sensu em Análises Clínicas pela Faculdade Frassinetti do Recife-FAFIRE-PE, 2012. Cursando mestrado, pela Faculdade Norte do Paraná, no curso de Ciências da Educação e Multidisciplinaridade e cursando espanhol pela Universidade de Pernambuco.
    Comente
    Comentar com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário